Os 10 melhores álbuns nacionais de 2016

Vamos fazer um #Discotecando especial? Esse ano foi repleto de bons álbuns musicais e eu precisava selecionar os álbuns que mais admirei durante todo o ano.

Como um bom observador, passei o ano todo acompanhando as novidades do cenário musical no Brasil e alguns álbuns chamaram a minha atenção. Diante disso, fiz uma seleção dos 10 álbuns musicais brasileiros que eu mais admirei neste ano de 2016. A originalidade, ousadia e persistências são as principais qualidades que admiro em uma produção. Veja a lista completa, ouça e também dê a sua opinião:

10 – Ivete Sangalo em Trancoso ao Vivo

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Acústico em Trancoso é o quinto DVD ao vivo da cantora e compositora brasileira Ivete Sangalo, gravado durante duas apresentações no Teatro L’Occitane, em Trancoso, distrito de Porto Seguro, na Bahia, nos dias 8 e 9 de abril de 2016. O albúm é acústico, mas não é acústico voz e violão não hein? A essência do axé permaneceram fortemente no projeto. É um show nível “Ivete Sangalo” em proporções intimistas, mas sem perder a qualidade da produção da diva baiana.

Para ouvir: Spotify

09 – Tiago Iorc – Troco Likes Ao Vivo

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

“Troco Likes Ao Vivo” traz um registro em plano sequencia (o grande diferencial da gravação do álbum) do show realizado por Tiago Iorc em abril de 2016 no Teatro Gasômetro de Belém (PA). Na ocasião, o cantor apresentou um repertório baseado fundamentalmente no seu último lançamento “Troco Likes”, álbum no qual passou a compor inteiramente em português e aproximou de vez seus fãs nacionais. Quem assina a direção do filme é o próprio artista que decidiu usar apenas uma câmera para captar as imagens e fazer o registro todo sem cortes. O show se transformou em obra cinematográfica e foi exibido em treze cidades brasileiras diferentes. Ao meu ver, esse projeto como o próprio Tiago Iorc, tem uma beleza na simplicidade e toca nas pessoas pela delicadeza e sutileza.

Para ouvir: Spotify

08 – AnaVitória

image

Foto: Divulgação

As duas amigas fizeram muito bonito em 2016. Produzidas elo Tiago Iorc e pelo Felipe Simas, a dupla conquistou o Brasil com sua sonoridade e suavidade. As duas são colegas desde pequenas, ainda na Escola. A Ana Caetano e a Vitória Falcão cantam o gênero denominado Pop Rural, mas também se arriscam por outros gêneros musicais. Pela melodia, pela ousadia e pela a iniciativa de cantar esse gênero. Parabéns meninas e meninos!

Para ouvir: Deezer 

07 – Supercombo – Rógerio

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

O álbum intitulado de Rógerio tem a vibe original da banda mesmo. Acho que é o álbum que tem mais a essência da banda. “Rógerio” tem participação de vários artistas já conhecido pelo público e por outros públicos, como o Lucas Silveira do Fresno, Negra li e Mauro Henrique da banda Oficina G3. Vale muito conferir o álbum!

Para ouvir: Spotify

06 – Fresno – A Sinfonia de Tudo que há

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Talvez um dos discos MAIS INOVADORES DESTE ANO! Quem imaginou um dia ver o Fresno cantando com Caetano Veloso? Esse álbum é uma caixa de surpresa repleta de bom som. Um álbum inovador, mas que sentimos que aquelas estruturas “Fresno” permaneceram vivas e receberam outros para atribuir positivamente.

Para ouvir: Spotify

05 – Céu – Tropix

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Tropix é um mergulho neste universo de texturas artificiais que atravessa diferentes experimentos sônicos da segunda metade do século passado: o trip hop dos anos 90, a discoteca do final dos anos 70, o R&B dos anos 80, o casamento do hip hop com a música eletrônica. No entanto, não é uma viagem no tempo. O álbum tem a participação de Tulipa Raiz, trazendo a sua sonoridade. Uma mistura do antigo com o pop atual, uma mistura deliciosa.

Para ouvir: Spotify

04 – Clarice Falcão – Problema Meu

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Para quem tem o costume, assim como eu, de se referir a musicalidade da Clarice como algo meigo e fofo, o “Problema meu” veio pra desmitificar tudo isso. A escorpiana fala nas letras das músicas o quanto é forte e o quanto pode superar seus sentimentos frustrados. Problema Meu é o segundo álbum de estúdio da cantora brasileira Clarice Falcão, lançado em 19 de fevereiro de 2016 e fez muito sucesso. Amei esse álbum? Amei! Adorei essa versão da Clarice. Acertou na hora de inovar!

Para ouvir: Spotify

3 – Silva Canta Marisa

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Esse álbum quando saiu, eu dei um grito. Isso não foi uma metáfora, de fato eu dei um grito! Eu já acho bastante único o som do Silva, que já é uma mistura do MPB e o pop, e agora com o tom da Marisa Monte. Que som incrível que ficou! Silva foi lá e fez bonito. A própria Marisa Monte participou do álbum, deixando ainda mais completo essa gostosura. Maravilhoso!

Para ouvir: Spotify

2 – Sandy – Meu Canto

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Sandy mostrou seu canto, sua essência ainda mais florescida após a maternidade. O álbum “Meu Canto” foi gravado no Teatro Municipal de Niterói e teve as participações ilustre de Gilberto Gil e Tiago Iorc. O projeto possuem músicas novas, e possuem músicas antigas e essas tiveram um novo arranjo especialmente para a produção, ou seja, um álbum de musicas novas e de inovação do que já era um clássico.

Para ouvir: Spotify

1 – O Teatro Mágico – Allehop

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Mesmo com O Teatro Mágico ter dado um tempo indeterminado na carreira, digo que esse último álbum foi o mais contemporâneo e ousado da trupe. Esse projeto foi diferenciado de tudo que já havia sido realizado pela banda! Allehop é o quinto álbum de estúdio do grupo O Teatro Mágico. Este disco marca uma mudança no estilo musical do grupo, com um som eletrônico oitentista puxado ao Synthpop, do que o Indie folk com influências MPB de seus trabalhos anteriores. Atualizaram suas letras, trouxeram o pop e fizeram desse projeto, pra mim, o melhor de todos. Foram ousados, investiram em mudar, acertaram e muito! Não perderam suas bases, suas essências e seus sentidos. Foi o melhor álbum de 2016, pela ousadia, persistência da essência e qualidade musical. #VoltaOTeatroMágico

Para ouvir: Spotify

Gostaram da seleção? Para você, qual foi o melhor álbum nacional de 2016?

Opinem!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Glêbson Rodrigues