Millane Hora tem a beleza da simplicidade

MIllane-Hora-Capa-Almofada
Foto: Divulgação

O nome dela é Millane Hora Figueiredo Fortes, mas é conhecida mesmo como Millane Hora. Ela começou a cantar com apenas 13 anos, na verdade uma amiga dela descobriu esse talento, acredita? “Eu estava na casa de uma amiga e fui tomar banho, como sempre fiquei naquela cantoria que todo mundo fica no chuveiro e quando sai ela estava um pouco assustada e me disse que eu cantava. Achei curioso já que sempre gostei muito de música. Desse dia em diante ela me fazia cantar em todas as rodas de amigos que íamos, até o dia que me levou ao teste de uma banda e eu fui aprovada.” completa.

Com apenas 33 anos, a cantora alagoana é do signo de gêmeos e acredita que “O tempo é o senhor da razão” e ela confirmou pra gente que se descobriu cantora com a vivência na estrada. É vivendo que se aprende! Hoje, a cantora estreou recentemente seu novo videoclipe pela VEVO, em parceria com a Sony Music. Com direção de Pedro Pitanga da OH Produções, o vídeo para “Almofada”, novo single de Millane, marcou a estréia da artista em uma das maiores gravadoras do mundo.

Conversei com ela sobre o clipe novo, suas inspirações, próximos planos e até sobre a antiga e a nova geração da MPB. Confira tudo:

bastidores-Millane2
Foto: Divulgação

Quem são as inspirações de Millane? Quem você sonha em fazer um dueto?

Eu cresci ouvindo música em casa, Dolores Duran, Maria Bethânia, Djavan, tantos nomes da música brasileira… Foram eles minhas inspirações e minha grande escola. Sempre admirei cantoras brasileiras e já tive a honra de cantar com algumas delas, como Ivete e Claudia Leitte… Mas se pudesse realizar um grande sonho, seria de cantar com Elba Ramalho, ela foi minha grande professora na música. Tenho maior amor e admiração por ela.

De onde surgiu a música “Almofada”?

Almofada é uma música de um compositor alagoano, chamado Júlio Uçá, em 2011, gravei meu primeiro trabalho autoral, que é um disco chamado “Vent Vert” e na época de pré produção recebi essa música do Júlio. Durante o processo de escolha das músicas para o disco, ela acabou se perdendo em alguns arquivos e não entrou. Ano passado eu achei e senti que era a hora de grava-la, acho que ela “se perdeu” para surgir no momento certo.

Assista o clipe da música Almofada:[embedyt] http://www.youtube.com/watch?v=yIghpNhaifE[/embedyt]

Vamos continuar falando da música nova! Recentemente você lançou o clipe da música “Almofada”, aliás, muito bem produzido. Qual é a principal mensagem que você quis passar no clipe?

O trabalho que desenvolvemos com Almofada é um trabalho muito legal, pois essa música ela tem uma letra que pode ser interpretada de várias formas e isso que eu acho bacana. Ela pode ter a conotação que o receptor der. É uma música que pode ser considerada triste, mas pode ser encarada como uma promessa otimista. No clipe quisemos preservar isso, sem dar nenhum entendimento direcionado. Conseguimos e ele ficou lindo e simples.

bastidores-Millane
Foto: Divulgação

 Vejo você como uma cantora dessa nova geração da MPB. Você gosta dessa denominação? O que você acha da antiga e da nova geração da MPB? São muitas as diferenças em seu ponto de vista?

Eu acho engraçado essa denominação, na verdade, eu acho que existe sim uma diferença. Acho que durante o tempo perdeu-se um pouco a característica real da MPB, que é simplesmente ser a música popular brasileira. Acho que a música quando você tenta rotular, fica engessado e segmentado. Existem sim os segmentos, mas encaro a música de uma forma muito universal. Houve uma geração da música que quis transformar um som mais alternativo em MPB, e acabou distanciando o que era popular e essa nova onda da MPB tá trazendo de volta o que se ouvia nos tempos atrás… A nova MPB nada mais é do que a popularização da boa música.

Você é nordestina de Alagoas (eu também sou nordestino) e tem reconhecimento do seu talento fora da sua região, geograficamente falando. Você acredita que existe algum tipo de preconceito de quem é do nordeste e tenta mostrar seu talento para o resto do país?

Eu nunca sofri esse tipo de preconceito e acho que é uma grande bobagem pensar dessa forma. Os maiores artistas da música no meu país são nordestinos, Gal, Caetano, Gil, Elba, Lenine, Bethânia, Ivete… tanto outros, que são os maiores nomes da música todos eles são nordestinos. Não acho que deva existir e se existe, são de pessoas que não se importam de fato com a música, aí já é uma outra questão.

bastidores-Millane1
Foto: Divulgação

Já estamos no segundo semestre do ano e queria saber quais são os planos da Millane Hora para esse finalzinho de ano? O que podemos esperar?

Olha, com o tempo eu aprendi que quanto mais planos você faz é preciso saber que existe uma ser maior, que é Deus e que os planos Dele está acima de todos os outros… Estou num momento de transição da minha vida profissional e o que sei é que estou indo conforme os planos de Deus. Ele me colocou nesse caminho e vou seguir o que Ele mandar. O que posso dizer desse resto de ano, é que Millane vai estar nos palcos desse Brasil. É isso é tudo que eu mais quero.

Agora a pergunta de psicanalista: Pra você, quem é Millane?

Millane é uma mulher, que sabe o que quer e que sabe principalmente o que não quer. É uma batalhadora, uma guerreira. Uma mãe, dona de casa, cantora, empresária. Que tem força, coragem e acima de tudo fé.

Deixe uma resposta